Login

Moscatel Roxo 20 Anos de JMF destaca-se como o melhor de Setúbal

Moscatel Roxo 20 Anos

‘Melhor Vinho’ e de ‘Melhor Vinho Generoso’  são os dois novos títulos conquistados pelo Moscatel Roxo 20 anos da José Maria da Fonseca, na XIX edição do Concurso de Vinhos da Península de Setúbal.

Produzido unicamente na região da Península de Setúbal, o Moscatel Roxo de Setúbal provém de uma casta que esteve praticamente extinta na segunda metade do século passado. Fernando Soares Franco, da quinta geração da família, foi o seu grande defensor e empreendeu esforços, nas décadas de 70 e 80, para salvá-la da extinção. O que o distingue, dizem os entendidos, é o aroma intenso com notas de especiarias e o paladar frutado, com maiores níveis de concentração.

O Moscatel Roxo 20 anos da José Maria da Fonseca é um lote de quatro colheitas, em que a colheita mais nova tem 23 anos e a mais antiga 80, sendo que estagia em cascos de madeira usada, tendo como objetivo um longo processo oxidativo, nas caves da José Maria da Fonseca em Azeitão.

Esta não é a primeira vez que este Moscatel Roxo é distinguido como o melhor vinho e como o melhor vinho generoso, visto que já o tinha sido na edição XI do Concurso de Vinhos da Península de Setúbal. Além destas duas distinções, a José Maria da Fonseca conquistou ainda mais três medalhas de prata com os vinhos Alambre Moscatel de Setúbal 20 anos, Colecção Privada Domingos Soares Franco Rosé 2018 e João Pires 2018.

Fundada há 185 anos, a José Maria da Fonseca produz e comercializa vinhos de mesa e generosos, cujos vinhos estão em mais de 70 países.