Login

Quinta de la Rosa com novo Reserva branco

Quinta de la Rosa Sala de Provas 06 Rui Manuel Ferreira
 
A tempo dos dias de verão, a Quinta de la Rosa lançou o ‘La Rosa Reserva branco’ de 2017.
 
“Um (reserva) branco bastante atractivo, pelo equilíbrio que apresenta e prontidão para beber.”. É assim que Sophia Bergqvist, co-proprietária da Quinta de la Rosa o descreve.
 
Na propriedade enoturística sobranceira ao rio Douro, junto à vila do Pinhão, a aposta é feita em vinhos de blend e em castas autóctones do Douro. Ao Viosinho, que dá corpo a 60% do ‘La Rosa Reserva branco 2017’, junta-se uma mistura de castas, onde predominam o Rabigato, a Códega do Larinho, o Arinto e o Gouveio. Já na adega, metade do blend fermentou e estagiou em barricas de carvalho francês e os restantes 50% em cubas de inox.
 
“No que há memória, esta foi a vindima que começou mais cedo, apenas alguns dias depois do 60.° aniversário de casamento dos meus pais, a 21 de Agosto”, revela Sofia Bergqvist. Um ano atípico em termos de clima e cuja vindima foi bastante difícil, mas que, no final, acabou por ser bastante generoso nos vinhos.
 
Sob a batuta enológica de Jorge Moreira, a Quinta de La Rosa produz cerca 200.000 litros de vinho do Douro e 80.000 de vinho Porto, seguindo o método ancestral de pisa a pé em lagares de granito.
 
La Rosa Reserva branco SA AR
 
A Quinta de la Rosa está desde 1906 na posse da família de Sophia Bergqvist, sua actual coproprietária e gestora.  Produtora de vinhos do Douro e Porto; azeite e vinagre do Douro; e mais recentemente de cerveja artesanal, a família Bergqvist dedica-se à arte de bem receber desde 1988, ano em que abriu portas ao turismo. Depois da última reconversão, em 2017, a Quinta de la Rosa alberga 12 quartos e 4 suites, todos com vista para o rio Douro e acesso a uma piscina comum.
 
Existe ainda uma piscina privada, que pode ser usada em circunstâncias especiais. Possui ainda duas casas independentes, ambas com piscina privada: a Casa Amarela e a Casa de Lamelas, com cinco e três quartos respectivamente.
 
Em maio de 2017, e como homenagem à sua avó, Claire Feuerheerd, a Quinta de la Rosa abriu portas ao restaurante Cozinha da Clara. No que toca ao enoturismo, além das visitas e das provas de vinhos, a Quinta de la Rosa tem ao dispor snacks, refeições vínicas e piqueniques.