Login

Symington integra projeto sobre alterações climáticas na vinha

Quinta do Bomfim
A Symington vai integrar o projeto VISCA, Vineyards’ Integrated Smart Climate Application, que reúne em Portugal vários players do setor para desenvolver soluções para a viticultura face às alterações climáticas.
 
A produção de uva, tal como outras atividades agrícolas, é dependente da temperatura, radiação solar e água, sendo por isso muito suscetível às alterações climáticas. As mudanças nos padrões do clima e da meteorologia ameaçam a produção de uvas de qualidade – alterações na qualidade e quantidade e alterações nas concentrações de ácidos e açúcares – com repercussões diretas no setor vitivinícola.
 
O VISCA é cofinanciado ao abrigo do programa Horizonte 2020, por um período de três anos. O projeto arrancou em maio de 2017 e proporcionará um Sistema de Serviço de Clima (Climate Service – CS) e de suporte à tomada de decisão (Decision Support System – DSS), integrando especificações de clima, agrícolas e aquelas que forem definidas pelos utilizadores finais de modo a desenvolver estratégias de adaptação de curto e médio prazo às alterações climáticas.
 
O VISCA é, portanto, validado por demonstrações reais com os utilizadores finais em três locais de demonstração em Espanha, Itália e Portugal. A investigação é constituída por membros de áreas variadas, incluindo utilizadores finais, onde se inclui a Symington que fornecerá um dos três campos de ensaio para o desenvolvimento do projeto e dará o feedback que influenciará a configuração final da ferramenta.
 
A Symington Family Estates é uma empresa de propriedade e gestão familiar. Detém a Graham’s bem como as marcas Dow’s, Cockburn’s e Warre’s, e os vinhos DOC Douro: Quinta do Vesuvio, Quinta do Ataíde, Altano e P+S. A família Symington está presente no Douro há cinco gerações — desde 1882 — mas, se seguirmos a linhagem da família através da bisavó da atual geração, a ligação dos Symington aos vinhos do Douro recua no tempo 14 gerações, transportando-nos até meados do século XVII e aos próprios primórdios da história do vinho do Porto. É, atualmente, a maior proprietária de quintas na região do Douro e um dos principais produtores de vinho do Porto.