Login

Mafra recebe Festival do Pão

Festival do Pão 2016O pão de Mafra vai estar em destaque no festival que se realiza até ao dia 17 de Julho. É no Jardim do Cerco, espaço de lazer do Palácio-Convento mandado construir por D. João V, que se podem encontrar várias sugestões para degustar o pão da região.


Aom entrada gratuita, o festival é uma oportunidade para saborear o pão de Mafra, mas também outras especialidades gastronómicas regionais, disponíveis nas “tasquinhas” e nas bancas das pastelarias locais.


O evento integra a exposição e venda de artesanato e de produtos locais, a feira saloia, as atuações de ranchos folclóricos, uma exposição de veículos e alfaias agrícolas, assim como diversas atividades de animação cultural, especialmente para as crianças.

 

Na 6.ª edição, a autarquia volta a organizar o “Fórum do Pão” que, reunindo reputados oradores, promove a reflexão sobre as questões históricas e etnográficas associadas ao Pão de Mafra. Salienta-se a internacionalização do festival, este ano com representação do pão italiano.

 

Destaque, ainda, para os artistas que compõem o cartaz musical: 4Revival (14 de julho), Sara Paço (15 de julho), HMB (16 de julho), Átoa (17 de julho), atuações do Duo Maria Rapaz, de ranchos folclóricos e grupos de cavaquinhos e animações pela Câmara dos Ofícios.

 

O programa do Festival do Pão articula-se com a prestigiada Semana Equestre Militar, promovida pela Escola das Armas, que inclui a apresentação da reconhecida “Reprise da Escola de Mafra”.

 

A venda de pão de Mafra pelas ruas de Lisboa era conhecida desde a Idade Média. No entanto, foi na conjuntura do pós-25 de Abril (greves de padeiros e consequente escassez de pão na capital) que o pão ganhou maior visibilidade.

 

A nível do processo de produção, caracteriza-se pelo elevado tempo de amassadura, tempo de fermentação curto e reduzido teor de levedura. É um pão com “buracos”, adocicado, com textura própria, macia e baixo teor de acidez.

Nos dias de hoje, Barril, Carvalhal e Encarnação são as localidades do Concelho de Mafra onde esta atividade tem mais relevância, produzindo pão para todo o país.