Log in

Inovação em gastronomia pode estudar-se em Santarém!

Rodrigo Castelo

A Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS) acaba de lançar um Curso Técnico Superior Profissional (TeSP) em “Inovação em Gastronomia”, criado em conjunto com o chef Rodrigo Castelo.

O objectivo do curso é criar, executar e coordenar as actividades e operações de produção e transformação de alimentos e inovar em técnicas e processos culinários, alinhados com as tendências da dieta alimentar, a sustentabilidade e a criatividade na gastronomia.

Rodrigo Castelo, chef e proprietário do restaurante Taberna Ó Balcão, em Santarém, e também ex-aluno da ESAS, comenta: “Este novo curso vem acrescentar inovação aos cursos de cozinha pois o foco incide sobre o produto e a sua essência, e não somente sobre a cozinha em si. Aqui vamos estudar a origem, o desenvolvimento e a transformação do produto, até à sua finalização, dominando assim toda a sua cadeia e proporcionando, aos lecionados, novas técnicas e novas aprendizagens”.

Rodrigo Castelo refere que a “indústria da restauração ditou esta necessidade. Nós só a identificámos e trabalhámos sobre ela. Para além das técnicas culinárias, era importante, nos dias que correm, lecionar os processos químicos subjacentes a estas, tais como os fermentados e os transformados”.

Por este motivo, o novo curso integra cadeiras inovadoras como “Botânica e Micologia”, “Introdução à Química dos Alimentos”, “Transformação dos produtos de origem vegetal e animal” ou “Valorização de produtos regionais na gastronomia”.

No curso estão programadas aulas teórico-práticas e a integração de diferentes disciplinas e profissionais. “Vamos falar de reações químicas, com um professor da área de química, ao mesmo tempo que temos em sala um professor que lecione as disciplinas de cozinha”.

Para a estruturação do curso foram auscultados vários profissionais com reconhecimento na área de cozinha, tendo, este, sido desenhado para dar resposta às necessidades preeminentes dos profissionais de cozinha.

Rodrigo Castelo nasceu em Santarém, em 1980, e desde cedo desenvolveu o gosto pela cozinha, influenciado pelo pai.

Trabalhou na indústria farmacêutica até que, ao ser despedido, decidiu inverter o rumo da sua carreira e concretizar o velho sonho de abraçar uma nova profissão.

Em outubro de 2013, inaugurou o Taberna Ó Balcão em Santarém. O respeito pelos produtos do Ribatejo é algo que sempre fez parte da sua forma de estar na vida e na cozinha – mesmo quando se limitava a fazer petiscadas para os amigos.

Por instinto e curiosidade, desenvolveu um repertório consistente de inspiração tradicional e regional. A vontade de se superar tem-no levado a investir no capítulo da formação, levando-o a rever, a aperfeiçoar e a retificar constantemente o seu receituário.

Os interessados poderão fazer a inscrição até 17 de setembro.