Login

Soão abre em Alvalade

Soao
 
Na Avenida de Roma, em Lisboa, abriu um novo restaurante do SEAME Group. O Soão – Taberna Asiática, traz os sabores, aromas e texturas do Oriente. Japão, Índia, China, Vietname, Tailândia e Coreia do Sul são os primeiros países que integram o itinerário de uma viagem encabeçada pelo chef executivo Luís Cardoso.

A decoração é o espelho do conceito do restaurante: pormenorizada, com peças únicas e de origem. O projecto de arquitectura tem a mão do gabinete GRCA, que recriou  o Oriente num espaço com duas zonas distintas, que se complementam. Nos materiais, predominam as madeiras e, nas cores, os tons quentes são os que mais se sobressaem.

À entrada, Fujin, o deus japonês do vento, dá as boas-vindas. Na sala, os perfumes das especiarias misturam-se com os sons da cozinha e com as conversas dos clientes sentados ao balcão de robata, o epicentro do restauran-te e o poiso habitual do chef Luís Cardoso, que corta, grelha e prepara alguns dos pratos da carta à vista dos convivas. É precisamente na área adjacente ao balcão que funciona o sushi bar do Soão.
dimsum
 
Uma outra carta do Soão inclui caldos, caris e tantos outros pratos dos primeiros seis países asiáticos em que o restaurante se inspira: da Índia chegam as samosas, da Tailândia vem o pad thai e do Vietname o pho; os dim sum levam-nos numa viagem até à China, o kimchi faz-nos dar um salto até à Coreia e do Japão chegam as sopas com noodles.

A carta está dividida em cinco secções: Entradas, Sopas, Gua Bao, Dim Sum e Recomendações do Chef. A variedade estende-se à carta de sobremesas, que inclui propostas asiáticas.
 

As bebidas


O conceito do bar inspira-se na filosofia japonesa ichi-go ichi-e (‘um encontro, uma oportunidade’). Vasco Martins, head bartender do restaurante demorou-se na pesquisa de bebidas mais tradicionais da Ásia com o intuito de criar uma carta de Bar que fosse genuína e fiel aos costumes asiáticos. Através dos sakês chegou ao universo do whisky japonês e aos destilados menos conhecidos, como o shochu, o soju e o baijiu.


A cada um dos seis países está associado um cocktail tailor-made, pensado como uma extensão das propostas gastronómicas. Além destes, existem ainda três cocktails mais clássicos, como é o caso do Osakini, inspirado no Bellini, e o Sojito, inspirado no Mojito. Igualmente de origem asiática são os gins, os rums, as vodkas e as cervejas.


Também o chá mereceu a atenção da equipa de bar. De uma parceria única em Portugal com o tea sommelier Sebastien Filgueiras, fundador da Companhia Portugueza do Chá, resultaram os ‘seis chás do Soão’, para o acompanhamento da refeição, e ainda três harmonizações de chá e whisky.


Quanto ao café, há vida para lá do espresso, uma vez que também é possível beber café numa Chemex ou numa V60.


A equipa

Chef Luís Cardoso

 

O Chef Luís foi o primeiro português a assumir os comandos do Aya, do mestre Takashi Yoshitake, um ícone da cozinha nipónica em Lisboa. Nessa altura, confirmou o que já sentia: que o seu futuro haveria de passar sempre pela cozinha asiática. Mais de dez anos depois, e após uma passagem por Braga e pelo Algarve, continua a encontrar surpresa nos sabores do oriente. É atrás do balcão de robata, de faca na mão — aquela que utiliza desde os tempos no Aya —, que se sente bem: sempre a criar, a testar combinações e a passar para o prato as ideias que surgem como que por contaminação umas das outras.
 
Buranet Pornthep, Sous Chef
Tep, como é tratado pelos colegas, nasceu na Tailândia mas tem um conhecimento gastronómico que se estende a outras latitudes. Há dez anos em Portugal, já trabalhou ao lado de Leonel Pereira nos restaurantes São Gabriel (1* Michelin) e Thai Garden, ambos em Almancil.

Vasco Martins, Head Bartender
À música vai buscar a energia diária mas também a inspiração para criar diferentes cocktails com aromas. Natural de Tavira, mudou-se para Lisboa para pôr em prática os conhecimentos adquiridos no curso de Bar e Restaurante da Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, iniciou a carreira no Farol Design Hotel, em Cascais, e trabalhou, em dois momentos distintos, no Bairro Alto Hotel, no Chiado. Porém, a sua grande escola foi Barcelona: lá viveu e trabalhou durante longos períodos, em vários bares da cidade, antes de regressar a Portugal para abraçar o projecto Soão.
 
O SEAME Group
O SEAME Group surgiu em 2010 com o projecto SEAME – Peixaria Moderna, no Chiado. Seguiram-se outros espaços  em  terra com conceitos voltados para o mar, como o Barracuda by SeaMe, no Amoreiras Shopping Center, e o Prego da Peixaria, hoje com vários estabelecimentos em Lisboa.
 
Há muito desejado pela equipa liderada por António Oliveira Querido, Rui Gaspar e João Rebelo Vaz, sócios fundadores do SeaMe, o Soão marca uma abertura do grupo ao conceito da gastronomia asiática em fine-dining.