Login

Páteo Velho reabre e aposta nos vinhos locais

Cataplana de peixe e marisco Foto de Bruno Dias
 
Com 20 anos de existência, o restaurante Páteo Velho, situado na Atalaia, concelho de Alenquer, reabre com um novo conceito após um período de três meses de encerramento.
 
Uma nova carta e a promoção dos produtos da região faz parte da renovação, que pretende dinamizar a zona de Alenquer e tudo o que o que é lá produzido.

De um pequeno negócio familiar, o espaço cresceu, mas continua a proporcionar um ambiente acolhedor onde ainda podemos degustar pratos confecionados com produtos da zona. Segundo Milá Veloso, a proprietária do restaurante, o único produto que não é comprado aos produtores locais é o porco preto. E não só a gastronomia local a representar o que é produzido na região. A produção de vinhos faz parte da história de Alenquer e o Páteo Velho quer valorizá-lo.
 
Milá Veloso
 
“Foi aqui, que há mais de 20 anos dei os primeiros passos na cozinha a usar esta sala para convidar amigos a serem “cobaias” dos meus pratos. Durante todo este tempo abrimos inúmeras garrafas de bons vinhos para acompanhar o que cozinhava”, avança Milá Veloso.
 
Ao processo natural da junção da boa comida e do bom vinho, acrescenta ainda que “são vinhos que ao longo dos tempos se mostraram surpreendentes, vinhos que combinados com o prato certo nos fazem perceber o quão interessante pode ser a gastronomia portuguesa”.
 
O Chef do Páteo Velho
 
A gestão da cozinha e da nova carta está a cargo do Chef José Mártires, um profissional, natural da zona, que conta com passagens nas cozinhas da Bica do Sapato e do 100 Maneiras, em Lisboa, e do Praia D’El Rey Marriot Golf & Beach Resort, em Óbidos.
 
A nova carta conta com pratos conhecidos e com história na vida do Páteo Velho. Falamos dos Ovos rotos à Páteo Velho, o Arroz de pato e as Lascas de bacalhau da Islândia com broa e crocante de presunto em cama de esmagada de bróculos e batata a murro.
 
Foto: Bruno Dias
 
 A nova ementa foi pensada não só em promover o que melhor se faz na região, como também apresentar preços acessíveis aos clientes. Um menu a €8,50, é uma das opções, por exemplo.
 

Os vinhos


A acompanhar a comida caseira e local, um vinho faz a diferença. E nada melhor do que promover os vinhos da região de Alenquer e levá-los no caminho de tantos outros que fazem parte do panorama vinícola português.
 
É este pensamento que levou Milá Veloso a juntar-se numa parceria com João Carvalho, um vitivinicultor da região, e também com produção própria, que é o responsável pela carta de vinhos. Quem visitar o espaço, vai encontrar cerca de 60 variedades de vinho da região, fruto de uma parceria com cerca de 20 produtores locais.
 
Os vinhos da região são uma aposta do Páteo Velho
 
“Pretendemos que a nossa garrafeira seja uma montra dos vinhos do concelho, que as pessoas poderão apreciar no restaurante, mas também poderão adquirir por um preço justo para o produtor e para o consumidor”, afirma a proprietária.
 
Os clientes além de consumirem no restaurante, podem ainda adquirir os vinhos a preços a partir dos €5. A iniciativa é uma boa forma de promoção e incentivo para os produtores locais.
 
O restaurante fica situado na rua 25 de abril, nº 25, na Atalaia, a poucos quilómetros de Alenquer e está aberto de terça-feira a sábado ao almoço e jantar e domingo ao almoço.